Como tornar a dieta do seu cão mais saudável

Cão com cenoura, rica em betacarotenos.
Cátia Gregório

Cátia Gregório

Médica Veterinária

Desde o desenvolvimento das rações para os animais de companhia que nos foi incutido que o nosso cão ou gato só deveria comer ração e nada mais que isso. Até há cerca de 25 anos esse conhecimento ficou enraizado, embora mais dificilmente em meios rurais. Quem nunca ouviu “não dê restos aos cães”, “não dê espinhas aos gatos”? Estas duas recomendações são relativamente correctas, pois muitos animais padeciam, e ainda padecem, de problemas e doenças causadas por alimentos cozinhados e preparados para humanos.

E será que esses humanos comem de forma saudável? E que todos os cozinhados e alimentos são nocivos para os nossos animais de companhia? 

A resposta é não! 

Existem muitos excelentes alimentos para os animais, alimentos esses que até podem ajudar a prolongar a vida dos nossos animais de forma saudável! E podemos adicioná-los à ração de forma diária!

Alimentos Frescos… Há necessidade?

 
As rações não são completas?

Sim, a maioria das rações são alimento completo. Mas utilizam muitas vitaminas sintéticas como aditivos que por vezes não duram o tempo suficiente desde a abertura da embalagem até ao consumo total da ração no seu interior, para além de existirem muitas outras substâncias benéficas que só existem em alimentos frescos! 

Temos como exemplo os polifenóis presentes em frutos vermelhos, potentes antioxidantes naturais com actividade anticancerígena, cardioprotectora, anti-inflamatória, antienvelhecimento e antimicrobiana. Ou mesmo os isotiocianatos dos brócolos com conhecidos efeitos anticancerígenos. Outro exemplo são os probióticos, em que só algumas rações adicionam de forma consistente nas suas fórmulas. Três pequenos exemplos entre muitos!

Posso Adicionar Alimentos Frescos à Dieta do meu Cão?

 
A resposta é SIM!!! Pode e deve!

Então e o que posso dar? Em que quantidade? 

Podemos fornecer muitos alimentos diferentes aos nossos animais, praticamente de tudo, desde fruta, legumes, verduras, ervas aromáticas, leguminosas, cereais, carne, peixe, ovos e gorduras ou óleos. 

É muito fácil para nós humanos excedermos as quantidades de certos alimentos na nossa dieta, então imaginemos os erros que poderemos cometer com a alimentação dos nossos amigos peludos… Isto porque não conseguimos muitas vezes pensar proporcionalmente! Imagine que está a comer uma maçã, e corta uma fatia (a pesar aproximadamente 15gr) e dá ao seu Yorkshire Terrier de 3,5kg de peso, ele come de forma tão satisfatória que dá outra fatia de 15gr – neste momento já forneceu uma dose duas a duas vezes e meia superior ao que o seu pequeno Yorkie deveria comer diariamente em fruta.

A dose ideal de alimento fresco extra numa boa base nutricional é de 20% do peso total de alimento a fornecer por dia, ou seja, se o meu Yorkie come 50gr de ração por dia, 10gr. 

Mas se a ideia é complementar a dieta e não dar apenas como “snack” ou “recompensa”, já poderemos aumentar a dose de alimento húmido até aos 30%. Neste caso, já teremos de retirar parte da dose diária de ração para complementarmos com alimentos frescos. Não devemos passar os 30% de uma forma contínua, ou seja, por hábito, pois poderemos inadvertidamente desequilibrar a dieta e causar carências vitamínicas ou minerais no nosso cão a médio/longo prazo.

Posso Cozinhar para os meus animais, nem que seja esporadicamente?

Claro! Convém cozinhar especificamente para eles, ou então montar uma taça com vários ingredientes escolhidos para os nossos cães e gatos. Não deverá adicionar nada que lhes seja nocivo, tal como: cebola, cebolinho, alho francês, alho, cascas de batata, batata crua, uvas, carambola, passas, vinho, temperos fortes, refogados, entre outras coisas. 

Em termos de quantidades de alimento, por norma, um cão pode comer entre 3-4% do seu peso em alimento cozinhado. Mas não basta colocar todos os ingredientes dentro da panela e deixar cozinhar! Deve-se cozinhar a carne e vísceras separadas dos legumes, pois os tempos de cozedura de ambos são muito diferentes.

Se precisar de aconselhamento sobre ingredientes específicos para o seu animal, sobre métodos de preparação de refeições, quantidades a fornecer ao seu patudo, nós podemos ajudar! Contacte-nos e agende uma Consulta de Nutrição

Carrinho de compras
Scroll to Top